Prémio Nacional da Animação 2017

Prémio Nacional da Animação 2017

null

27 de Outubro | Grande Auditório da Universidade Lusófona
ENTREGA DO PRÉMIO NACIONAL DA ANIMAÇÃO

PRÉMIO ESCOLAS
Júri: Sofia Cavalheiro, Alice Guimarães, Sílvia Namorado
A Viagem (3’41, 2017) de João Monteiro, Luís Vital e Ricardo Livramento

PRÉMIO OFICINAS
Júri: Sofia Cavalheiro, Alice Guimarães, Sílvia Namorado
Aves Raras (2’33, 2017) Coletivo VOC B3 da E.B. Lousada Este – Caíde de Rei, orientado por Abi Feijó

PRÉMIO PROFISSIONAIS
Júri: Santi Riscos, Fernando Galrito
A Sonolenta (10’20, 2017) de Marta Monteiro

PRÉMIO DO PÚBLICO
(a ser atribuído no final da contagem de votos a nível nacional)
_______________

SHORT-LIST de filmes selecionados para o Prémio Nacional da Animação 2017

CATEGORIA ESTUDANTES
A Viagem (3’41, 2017) de João Monteiro, Luís Vital e Ricardo Livramento
Paper Flower (00’57, 2017) de Ana Margarida Roxo Neves
Sidi Mansour (04’28, 2017) de Hela Ammar
Ornatos Violeta (05’21, 2016) de Matilde Camacho
Mimésis (04’15, 2017) de Joana Freitas Flauzino, Leonor Filipa Cortesão Soares e Renilson Samuel Santos Renner
O Glutão e o Zé (00’56, 2016) de João Pedro Serrano

CATEGORIA OFICINAS
A rena Bela (08’39, 2016) realizado por crianças das oficinas da ANILUPA da Associação de Ludotecas do Porto, turma 2º B da Escola EB do Covelo
Castro de Ovil (6’21, 2017) realizado por alunos do 4ºA da Escola Básica de Paramos, orientados por Paulo Oliveira Fernandes
Hino Nacional (3’00, 2017) realizado por alunos do 12º ano, sob a orientação de Paulo D’Alva
Uma Manhã na Feira (2’30, 2017) realizado por alunos da escola superior e 12º ano, sob a orientação de Laura Gonçalves e Xá
A Lua está nas Estrelas (3’24, 2017) realizado por crianças da Casa dos Cucos, de Elvas, orientadas por Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues
Aves Raras (2’33, 2017) Coletivo VOC B3 da E.B. Lousada Este – Caíde de Rei, orientado por Abi Feijó

CATEGORIA PROFISSIONAIS
É Preciso que eu Diminua (5’00, 2016) de Pedro Serrazina
Tocadora (7’52, 2017) de Joana Imaginário
Água Mole (9’15, 2017) de Laura Gonçalves e Xá
A Gruta de Darwin (13’03, 2017) de Joana Toste
Surpresa (8’40, 2017) de Paulo Patrício
A Sonolenta (10’20, 2017) de Marta Monteiro

JURI DE SELEÇÃO PRÉMIO NACIONAL DA ANIMAÇÃO 2017

Regina Machado
Licenciou-se em Ciências da Comunicação e da Cultura, na Universidade Lusófona do Porto em 2012, e concluíu a Pós-graduação em Estudos Artísticos na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em 2013. Desde 2010 tem produzido projectos artísticos no ambito do cinema e das artes, destacando-se “A Santa Joana dos Matadouros” (2014), “MULTIPLEX 2014 – ciclo de cinema, arte e ensaio” (2014), exposição “SUB 40″ (2014). Entre 2010 e 2014 trabalhou com a Universidade Lusófona do Porto, no departamento de Marketing e Comunicação. Desde 2014 a 2017 trabalhou com a Casa da Animação, como responsável pelas actividades produzidas pela associação.

Paulo Barrosa
Iniciou sua actividade artística em 1973, no seio da secção cultural da Associação Académica de Espinho. Participou activamente no movimento associativo e nas campanhas de dinamização cultural após o 25 de Abril. Em 1976 foi responsável por uma equipa de alfabetização na região de Viana do Castelo. Pertenceu ao Coro Popular de Espinho até 1981, onde montou espectáculos e dirigiu o respectivo grupo instrumental; colaborou com o Teatro Popular de Espinho na interpretação de música para peças do seu repertório. No final dos anos 80 foi docente na Cooperativa de Ensino Superior Árvore I (actual Escola de Ensino Superior Artístico do Porto). Integrou júris de selecção e a Comissão Organizadora do Cinanima – Festival Internacional de Cinema de Animação, com funções nas áreas de selecção e programação. Neste contexto promoveu estreias de filmes em Portugal, montou programas específicos para outros festivais fora do país e organizou retrospectivas, entre as quais se destacam uma retrospectiva temática sobre a Grande Guerra e a primeira retrospectiva de cinema de animação da Bretanha. Projectou e realizou trabalhos de escrita, de encenação, de composição musical e de cenografia para companhias e grupos de teatro. Foi fundador da "Companhia da Bruma", para quem escreveu e dirigiu as canções reunidas no CD “Canções da Cidade Ocupada”. Expõe com regularidade a sua pintura de forma individual ou no seio dos colectivos artísticos que integra. Em 2014 publicou “Frédéric Back: o homem que plantava lendas”, um trabalho monográfico destinado a acompanhar a projecção da integral dos filmes de animação daquele realizador no nosso país (edição Société Radio-Canada / Cinanima). A sua peça de teatro “Auto da Nostalgia” foi recentemente publicada em livro.

Manuel Pinto Barros
Licenciado em Cine-Video pela Esc. Superior Artística do Porto (Esap), em 2008. Após a conclusão dos seus estudos, integrou diversos projectos como Director de Fotografia, passando por publicidades, curtas-metragens e videoclips. Na área da animação foi o Director de Fotografia de “Amélia & Duarte” de Alice Guimarães e Mónica Santos com produção da Ciclope Filmes e também de “Entre Sombras” das mesmas realizadoras, que se encontra em processo de pós-produção, com produção da Animais. Recentemente finalizou a rodagem de “Ride” novo filme de Paul Bush com produção da Ciclope Filmes.

Share